domingo, 9 de setembro de 2012

Gata Tilda

A população felina de nossa casa só aumenta!
Gata de "carne e osso", gata de tecido... quanta energia feminina!
Na semana passada, recebemos Rosa:

Esperamos para logo logo seus filhotes.
E, ontem, fiz uma gatinha Tilda. 
Peguei os moldes na internet (difícil comprar tooodos os livros) e, por isso, a gatinha ficou um pouco diferente, um pouco maior. Mas eu gostei.
Molde: http://artesanato-dona-arte.blogspot.com.br/2012/05/tilda-colecao-gatinha-com-molde.html
Passo a passo: http://claudialis.wordpress.com/2010/10/03/tilda-cat/
Para a cabeça ficar arredondada e caber mais plumante, o molde tem uma parte quadrada, que a professora Rúbia chamou de "caixinha de leite", igual à das conchas Tilda.

Depois de passar para o tecido e cortar, costuramos (no avesso) juntando esses dois lados do quadrado.
Enchemos bem e pregamos as orelhas no fim dessa costura.
Mas, eu fiz diferente...
Já enchi as orelhas e costurei-as junto dos lados do quadrado, no avesso da cabeça.
Assim, fiquei com um acabamento melhor. Porém, as orelhas ficaram mais próximas do que no molde original.
Escolhas...



Como eu coloquei tecidos diferentes fora e dentro da orelha, tive que prestar atenção para a parte de dentro ficar virada para a frente da cabeça!
Também mudei o nariz, colocando o mesmo tecido da orelha em vez de fazer apenas com linha. Essa modificação eu não repetiria. É difícil colar/costurar um pedaço tão pequeno de tecido num lugar não-plano.
Não me conformei de ter que costurar os braços sobre o vestido, por fora.
Esse tipo de coisa só serve para bonecos que vão apenas ficar em exposição. Para aqueles que poderão ser manipulados, inclusive por mãozinhas infantis, melhor inventar adaptações.
Então, costurei os braços da mesma forma que as pernas, com botões,  ficando todos articulados. Nas instruções, diz para pregar bem firme. Fiz isso com as pernas, mas elas ficaram firmes demais! Melhor o meio-termo. Os braços já ficaram melhores.
Outra coisa relevante é que o melhor jeito de costurar a cabeça no corpo é deixando a cabeça descosturada (aberta) para encaixar o corpo e só então costurar em volta. Do contrário, faz-se um esforço para a cabeça não ficar pendendo de um lado para o outro. Imagino que a mesma coisa possa ser feita com a cauda. Mas, eu só soube disso depois, tive que costurar muitas vezes para a cabeça ficar no lugar! hihihi...
Fiz o vestido como as instruções diziam, apenas um pouco maior, 35cm X 20cm. Calculei a abertura para o rabo e já costurei como manda o passo a passo: http://claudialis.wordpress.com/2010/10/03/tilda-cat/
Costurei essa fitinha em cima e uma sianinha embaixo, pus o vestido na gatinha e franzi em cima. Em seguida, calculei a abertura para os braços e cortei. Passei os braços pela abertura e costurei a volta para dar o acabamento para as "mangas".


gata sonâmbula?

         

 Achei um bigode da Lola e o espetei junto com os outros de arame! Hahaha....
Ok, atualizando....
pouquinho depois, a gata já não precisava desses bigodes de arame que só fazem quebrar.
os bigodes de casa perdem muitos bigodes pela casa e ela herdou uma porção!







2 comentários: