domingo, 18 de novembro de 2012

Lar temporário...

Lar temporário....
Aceitamos ser lar temporário para os filhotes da Rosa.
Ser temporariamente aquele que cuida, que alimenta, que acolhe, que recolhe, que limpa, que zela, que afofa, que ama.
Tem como amar temporariamente?
Acho que não. Amamos tudo, todos e para sempre.
Meu coração quer mas os braços tem limites e não conseguem cuidar e abraçar tudo e todos para sempre.
Por isso, chega a hora de "passar o bastão". A hora de dizer adeus.
Fico feliz por que cada um encontrou ou foi encontrado por queridos e continuam amados e cuidados.
É bom compartilhar a fofurice e permitir que outros possam se alegrar com eles.
Mesmo assim, o jardim está vazio. A caminha está vazia. A comidinha está sobrando. Os brinquedos, abandonados. Nada fora do lugar, nenhuma baguncinha.
Tudo está quieto, voltou a "normalidade".
Tudo que era suficiente antes, apreciar as flores, as cores e os odores do jardim, não é mais. Falta.
É assim, falta mesmo. Mas faria tudo novamente e novamente e novamente!
Afinal, não é tudo temporário mesmo?
Maindra - Fufi
Petúnia - Julieta
Charlie - Ozzy
 


Rosa que chora, que chama, que espera ainda...

3 comentários:

  1. São tão fofos os filhotes...podiam ficar sempre com a gente, já passei por isso!
    Não tem como amar temporiamente, não mesmo! Tadinha da Rosa!!
    Te desejo uma ótima semana e paz no coração!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  2. Na verdade, até a nossa querida Terra é um lar temporário, então....o nosso cérebro diz:Tudo Bem, enquanto nosso coraçãozinho chora, não é assim????
    Mas, ....tudo isso também passa......
    Fique em PAZ...todos passamos por isso.
    beijo sua dedicação e seu carinho
    mãe.

    ResponderExcluir
  3. Que linda a tua postagem!! Teu texto tá lindo, tanto sentimento em poucas palavras, amei!!! Também comecei como lar temporário mas o temporário foi ficando, ficando... estou com 25 cães e 17 gatos. Falaste que faltam braços, pois eu estou virada num polvo, um polvo enfraquecido, pois não estou dando conta de tudo. Estou prestes a passar por uma mudança, ou melhor, uma dupla mudança, uma mudança na vida e uma mudança geográfica. Eu, meu namorado e os bichos vamos nos mudar para o sítio na tentativa de não pegar mais animais abandonados. Eu já estava curtindo o teu blog quando me encantei com a postagem do adubo de gato. :-D Depois veio esta postagem aqui, e agora tô encantada com o teu blog. Vou continuar dando uma bisbilhotadinha. Abraços!

    ResponderExcluir