quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Da Alegria e Leveza de Ser

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare

Religião sempre foi chave mestra nessa minha vida.
Cresci numa família espírita. Estudei, vivi, cantei, amei espiritismo.
Mas a letra estava a sufocar a vida, a religião a sufocar a religiosidade.
A minha, só a minha.
Desfiz, desatei, corri.
Visitei, andei, saboreei. Encantei-me.
Budismos, hinduismo, catolicismo, hare krishna, sufismo...
Movimento bom porque leve.
Vida, Amor, Gratidão e Louvor em cada, em todas, em mim.
Maria aquece meu coração tanto quanto Kwan Yin, Saraswati ou Kali.
Acalento em tantas mães.
Hoje, não procuro entendimento ou razão, desisto completamente de tudo que minha mente pode formular ou abarcar.
Hoje, só o coração ardendo iluminado.
Hoje, só alegria e devoção.
http://letras.mus.br/nando-reis/96641/
Gratidão
Hare Krishna


2 comentários:

  1. Me indentifiquei muito.Pois, pra mim é exatamente isso, não tento mais entender porque me sinto bem diante de uma imagem de santo em uma igreja católica, tanto quanto numa sala de passe no centro espírita ou em qualquer templo e situação de outras denominações religiosas, acho que sou ecumênica..rs.Mas, o importante é ter religiosidade mesmo, é mais amplo e confortante doque ter apenas uma religião...bjos...Joanita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida!
      Tão bom o ecumenismo!
      Que estejamos mesmo sempre abertas à Luz.
      bjos

      Excluir