sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Nossa Escola - I


Sonhei com uma escola diferente... uma escola para o mundo novo, para as pessoas novas. O Novo, totalmente desconhecido. As crianças... cada criança.
Para pessoas que escolheram viver diferente, não se acomodar, inventar sua própria forma de ser, com autenticidade e alegria.
Não quero convencer ninguém a seguir outro caminho, não quero combater nem criticar nenhuma forma de viver. Quero apenas encontrar quem queira dar as mãos e construir uma alternativa.
Nessa escola, teremos princípios eleitos coletivamente. Serão nosso ponto de partida, a cada partida. Nosso porto seguro, para onde voltaremos nosso olhar sempre que estivermos perdidos. Princípios eleitos com os corações. Gentileza, respeito, amor, diversidade, coletividade...
As regras serão (re)-criadas em todos os começos de ano, por todos os participantes da escola. Tentaremos, cada vez melhor, nos aproximarmos dos princípios, praticá-los mais honestamente, amplamente.
Teremos  um espaço para essas decisões importantes de começo de ano:
Quais serão as regras,
Quais serão as datas comemoradas naquele ano,               
Quais serão as festas,
Quais serão as funções de cada um, porque tudo muda e se  transforma...

Não é uma escola de multidões, mas sim de pequenos grupos. Vários grupos conectados.
Rede de pensamentos, rede de sentimentos, rede de fazeres.

2 comentários:

  1. Que lindo Gerusa, adorei. Será que um dia conseguiremos ter essa nova maneira de viver?
    Penso que esses pequenos grupos de pessoas conectadas já começam a existir.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catarina!
      Eu aposto que teremos!
      Também acho que já estamos começando a ter.
      beijos

      Excluir